O que causa um linfonodo occipital inchado? Diagnóstico e tratamento

Os linfonodos occipitais fazem parte do sistema linfático do corpo e são encontrados na região occipital da cabeça, localizada na parte de trás do crânio. Os linfonodos são órgãos ovóides ou em forma de rim que estão amplamente espalhados por todo o corpo. Eles estão ligados por vasos linfáticos como parte do sistema circulatório. Os linfonodos são os principais locais de linfócitos B e T e outros glóbulos brancos, tornando-os partes vitais do sistema imunológico.

Encontrar linfonodos occipitais inchados pode indicar que você tem uma doença ou infecção. Isso pode ocorrer no caso de uma infecção viral ou bacteriana. A localização de um linfonodo inchado geralmente serve como uma pista para os médicos quanto ao tipo de infecção que você pode estar sofrendo. Os linfonodos occipitais inchados também podem ser dolorosos quando o inchaço começa a comprimir os nervos próximos na área.

Relacionados: Linfonodos inchados atrás da orelha causam, sintomas e remédios caseiros

Anatomia do linfonodo occipital

Existem aproximadamente 700 linfonodos encontrados no corpo humano, sendo a maioria nas áreas das axilas, pescoço e virilha. A parte de trás da cabeça, conhecida como região occipital, é o local em que vários linfonodos residem para desempenhar suas funções.

Os linfonodos occipitais, assim como todos os linfonodos encontrados no corpo, filtram as impurezas e substâncias nocivas do corpo. Isso pode incluir partículas estranhas e até células cancerígenas.

Durante os períodos de infecção, os gânglios linfáticos começarão a liberar mais linfócitos – glóbulos brancos – o que geralmente os faz aumentar de tamanho, dando-lhes uma apresentação característica. Às vezes, o inchaço dos linfonodos pode ser devido ao bloqueio dos vasos linfáticos causado por uma infecção ou anormalidade. Uma vez que essa via tenha sido removida pelo organismo, o linfonodo pode retornar ao tamanho normal.

Consulte Mais informação  O que causa dor no palato? Causas, como funciona, solução

Geralmente, a localização de um linfonodo inchado indica a área da infecção com certas exceções. Um nódulo encontrado na parte de trás do crânio ou inchaço dos gânglios linfáticos occipitais indica uma provável infecção ou doença que envolve a cabeça.

Causa do inchaço no linfonodo occipital

Infecções na cabeça ou no couro cabeludo

A razão mais óbvia para o desenvolvimento de linfonodos occipitais inchados é uma infecção na cabeça. A inflamação dos linfonodos geralmente é sensível ao toque e se sente elevada. A infecção direta, como caspa, piolho ou verme do anel, pode levar a linfonodos occipitais inchados.

Doenças sexualmente transmissíveis (DST)

Isso inclui infecções como HIV, mononucleose (a doença do beijo) e sífilis. Os linfonodos inchados são uma característica comum de todas essas condições. A mononucleose infecciosa, por exemplo, afeta os linfonodos da parte superior do corpo e pode causar inflamação. É chamada de doença do beijo, porque a forma mais comum de transmissão é através da saliva.

Amigdalite

Suas amígdalas são uma forma de linfonodos que podem ficar incrivelmente inchados, tanto que precisam ser removidos. As amígdalas estão localizadas na parte de trás da boca e na parte superior da garganta. Eles trabalham da mesma maneira que outros linfonodos encontrados em outras partes do corpo, ajudando a combater infecções. Amígdalas inchadas podem causar dificuldade em engolir, dor no ouvido, calafrios e febre. Se a infecção se espalhar, os linfonodos occipitais também podem ficar inchados.

Infecções de garganta

Uma causa comum de dor de garganta, dificuldade em engolir e muita irritação e desconforto. Frequentemente, infecções na garganta podem estar presentes com manchas nas amígdalas, rouquidão e glândulas no pescoço inchadas. Bactérias e vírus são os principais culpados de infecções na garganta, que incluem infecções como garganta inflamada, difteria e tosse convulsa. Infecções na garganta podem ser outra causa de inchaço dos nós occipitais.

Consulte Mais informação  Quanto tempo o Zoloft permanece no seu sistema?

Infecções de ouvido

Os ouvidos estão relativamente próximos da região occipital da cabeça, motivo pelo qual uma infecção no ouvido pode afetar facilmente os linfonodos occipitais. As infecções de ouvido podem ser causadas por causas bacterianas ou virais, levando a inflamação e desconforto em qualquer estrutura do ouvido. Se não for tratada prontamente, infecções de ouvido de longa data podem causar danos permanentes.

Infecções oculares

Uma infecção ocular conhecida como conjuntivite pode levar os olhos a ficarem extremamente vermelhos e lacrimejantes, acompanhados de coceira e irritação. A conjuntivite pode ter origem viral ou bacteriana. As bactérias freqüentemente afetam os dois olhos com secreção pegajosa, freqüentemente causando a aderência das pálpebras. As infecções virais do olho são tipicamente caracterizadas por olhos lacrimejantes vermelhos e gânglios linfáticos inchados.

Doença genética do armazenamento lipídico

Um distúrbio caracterizado pelo excesso de substâncias gordurosas (lipídios) na corrente sanguínea. Essas substâncias gordurosas incluem colesterol, triglicerídeos e lipoproteínas. Os gânglios linfáticos inchados podem ser uma indicação de má remoção dessas substâncias gordurosas do corpo. Distúrbios lipídicos como este podem aumentar o risco de desenvolver aterosclerose e doenças cardíacas. Embora possam ter uma linhagem genética, os distúrbios lipídicos também podem ser o resultado de fatores secundários, como dietas gordurosas ou que sofrem de diabetes.

Rejeições de enxertos de transplantes

Um transplante é o procedimento de transferência de células, tecidos ou órgãos de um local para outro. Geralmente é feito com órgãos como o fígado, pele ou até o coração inteiro. Para que um transplante seja bem-sucedido, o doador e o receptor devem ser imunologicamente compatíveis. Se isso não for alcançado, o receptor poderá rejeitar o transplante, levando o organismo a tratá-lo como um invasor estrangeiro. Esse tipo de reação pode causar inchaço dos linfonodos em resposta.

Sarcoidose

Condição caracterizada por pequenas coleções de células inflamatórias chamadas granulomas. O local mais comum para esses granulomas são os pulmões, linfonodos, olhos e pele. A sarcoidose é considerada uma condição inflamatória que faz com que o sistema imunológico do corpo responda a uma substância desconhecida. Atualmente, a sarcoidose não tem cura.

Consulte Mais informação  Feridas na boca: causas, tipos, sintomas e tratamentos

Relacionados: Sarcoidose cardíaca: causas, sintomas e tratamento

Câncer

Os linfonodos occipitais inchados raramente são uma característica do câncer, mas podem estar presentes em cânceres como linfomas (câncer do sistema linfático), metástase do câncer de outra parte do corpo ou devido a um câncer no sangue conhecido como leucemia. Dependendo do tipo de câncer, os linfonodos podem ou não estar presentes com qualquer dor.

Diagnóstico e tratamento de linfonodos occipitais inchados

Ter linfonodos inchados nem sempre pode ser motivo de preocupação, mas, dependendo da circunstância, vale a pena examiná-los por um profissional médico. Normalmente, os linfonodos inchados desaparecem após a infecção subjacente ter sido tratada com sucesso. No entanto, se permanecerem por um período prolongado e forem acompanhados por outro sintoma, como fadiga e perda de peso, pode haver uma condição subjacente séria que você deve ter avaliado imediatamente.

O seu médico geralmente obtém uma história completa dos sintomas atualmente apresentados para ter uma idéia melhor de por que você tem linfonodos inchados. Após o exame físico, o médico os tocará para ter uma idéia melhor de como eles estão realmente inflamados. Um exame de sangue e possivelmente uma biópsia do próprio linfonodo revelarão anormalidades.

Recomenda-se consultar o seu médico se detectar linfonodos com a seguinte apresentação:

  • Sem sintomas adicionais com o inchaço dos linfonodos
  • Tendo tido linfonodos inchados por duas a quatro semanas e continuam aumentando
  • Linfonodos duros que são difíceis de mover sob a pele
  • Sintomas adicionais como suores noturnos, calafrios, fadiga, perda de peso e febre alta

Não existe tratamento específico para linfonodos inchados. Tratar a condição subjacente geralmente é a única coisa necessária para resolvê-las. Isso pode incluir o uso de antibióticos para ajudar a combater uma infecção bacteriana e o uso de analgésicos para ajudar a tratar a dor.

  • Leave Comments