Retinol em produtos de cuidado antienvelhecimento da pele: benefícios, usos e efeitos colaterais

  • O retinol, também conhecido como vitamina A 1 , trata com eficácia os sinais de envelhecimento da pele, aumentando a taxa de renovação celular e estimulando o processo natural de produção de colágeno.
  • O retinol pode ser encontrado em vários produtos anti-envelhecimento, incluindo produtos de limpeza, soros e cremes. 
  • Ao introduzir retinol em sua rotina de cuidados com a pele, use um produto com baixa concentração para evitar irritar sua pele.

Com a idade, o processo natural de produção de colágeno e elastina fica mais lento e a taxa de renovação das células da pele diminui. Esses fatores são responsáveis ​​por muitos dos sinais de envelhecimento da pele, incluindo rugas, flacidez e secura. A epiderme – a camada mais externa da pele – também começa a afinar, levando a veias visíveis e resultando em hematomas mais fáceis. Além disso, a hiperpigmentação pode ocorrer como resultado de uma vida inteira de danos ultravioleta (UV) acumulados.

Embora nenhum tratamento possa prevenir ou reverter totalmente o envelhecimento da pele, o retinol, também conhecido como vitamina A 1, pode ajudar a neutralizar todos os principais sinais de envelhecimento. É um dos ingredientes anti-envelhecimento mais eficazes disponíveis.

Benefícios antienvelhecimento do retinol

Retinol é um tratamento tópico eficaz que pode minimizar os sinais visíveis e táteis do envelhecimento. Quando usado topicamente , o retinol pode estimular a produção de colágeno, aumentar a taxa de renovação das células da pele, engrossar a epiderme e uniformizar o tom da pele, desbotando as manchas escuras.

Reduz rugas

O colágeno é a principal proteína do tecido conjuntivo e é o grande responsável por dar estrutura à pele. Embora o corpo naturalmente reabasteça o colágeno com o tempo, essa produção começa a diminuir gradualmente por volta dos 25 anos de idade e cai drasticamente nas mulheres após a menopausa . Os danos do sol causados ​​pela radiação ultravioleta também podem retardar ainda mais a produção de colágeno, o que pode levar ao envelhecimento prematuro da pele.

O declínio do colágeno torna a pele mais suscetível aos efeitos dos movimentos faciais repetidos, levando à formação de linhas finas e rugas.

Quando aplicado regularmente ao longo de vários meses, o retinol pode estimular efetivamente a produção de colágeno , suavizando linhas finas e rugas e retardando os efeitos posteriores do envelhecimento. Além disso, o retinol pode lidar com os efeitos dos danos do sol no processo de produção de colágeno, tornando-se uma medida preventiva eficaz que pode ser colocada em prática desde os 20 e poucos anos.

Aperta a pele

Assim como a diminuição natural da formação de colágeno, a produção de elastina – a proteína responsável pela elasticidade da pele – também diminui com a idade. Essa diminuição, junto com os efeitos da gravidade, leva à flacidez da pele.

Ao aumentar a produção de elastina , o retinol funciona para restaurar e manter a firmeza e a rigidez da pele, revertendo e retardando a flacidez menor da pele.

Equilibra o tom da pele

A hiperpigmentação é caracterizada por áreas de pele mais escuras no rosto e no corpo. As manchas da idade, também conhecidas como manchas de sol, são a principal forma de hiperpigmentação associada ao envelhecimento.

Essas manchas mais escuras da pele ocorrem como resultado de uma vida inteira de danos UV acumulados. O pigmento naturalmente mais escuro, conhecido como melanina, é produzido pelo corpo como uma defesa natural para diminuir os danos adicionais do sol, já que a melanina é capaz de bloquear uma parte dos raios ultravioleta .

Vários estudos demonstraram que o retinol reduz com eficácia a hiperpigmentação causada pelos danos do sol. Pode uniformizar sua tez, aumentando a taxa de renovação das células da pele e inibindo a produção adicional de melanina, resultando em um tom de pele mais uniforme.

Melhora a textura e hidratação da pele

A taxa de renovação das células da pele diminui com a idade, resultando em secura e textura áspera. Durante a adolescência e durante a maior parte da vida adulta, o ciclo de renovação das células da pele leva de três a quatro semanas, no entanto, após os 50 anos, esse mesmo processo pode levar mais uma a duas semanas.

Consulte Mais informação  Efeitos colaterais dos peptídeos de colágeno na pele, digestão e muito mais

O retinol regula e acelera este ciclo, permitindo que células da pele mais saudáveis ​​e vibrantes cheguem à superfície da pele. Com a aplicação regular, melhora a hidratação da pele e torna a pele mais lisa.

Isso realmente funciona?

Foi comprovado cientificamente que o retinol combate vários sinais de envelhecimento, aumentando a produção de colágeno e melhorando a taxa de renovação das células da pele. Além disso, pode ajudar a aumentar a espessura da pele, levando a uma aparência mais gorda e saudável.

Embora muitos produtos populares de retinol contenham concentrações entre 2–5%, a pesquisa descobriu que mesmo concentrações relativamente baixas são eficazes. Um estudo usando uma formulação de retinol a 0,04% encontrou uma redução nas linhas finas e rugas ao longo de 24 semanas.

Mito vs. realidade

Um mito comum em torno do retinol é que ele atua como um esfoliante . Esfoliantes físicos e químicos removem as células mortas da superfície da pele para revelar a pele mais nova e vibrante abaixo dela.

No entanto, os efeitos revitalizantes da pele do retinol não são causados ​​pela remoção das células mortas da pele, mas são o resultado da produção aumentada de colágeno e do aumento da renovação celular. Além disso, ao contrário da esfoliação, que normalmente fornece resultados rápidos, o retinol requer várias semanas de aplicação regular para produzir melhorias perceptíveis.

Produtos antienvelhecimento de retinol

O retinol pode ser encontrado em várias concentrações em vários tipos de produtos, incluindo limpadores, soros e cremes. A escolha do produto certo para sua pele dependerá muito de sua sensibilidade e de seu histórico com produtos à base de retinol.

Se você está experimentando retinol pela primeira vez ou se sua pele é particularmente sensível, comece usando um produto de retinol com concentração entre 0,01% e 0,05% para minimizar o risco de efeitos colaterais indesejados. Com o tempo, você pode aumentar a potência de seus produtos quando sua pele se acostumar com seus efeitos.

Também é importante observar que aplicar retinol com muita frequência ou usar muitos produtos focados em retinol em sua rotina diária pode resultar em irritação da pele. Isso é especialmente verdadeiro se você estiver usando soros e hidratantes contendo concentrações mais altas.

Para reduzir o risco de efeitos colaterais, introduza um único produto à base de retinol em sua rotina, como um creme de retinol de baixa concentração. Se sua pele tolera este produto, mais produtos podem ser adicionados após três meses de uso regular.

Retinol de limpeza anti-envelhecimento

Um limpador de retinol pode ser usado como o primeiro passo em sua rotina para limpar os poros e preparar sua pele para os produtos de cuidados da pele subsequentes. Embora os limpadores de retinol não fiquem no rosto por muito tempo, os ingredientes ainda podem dar um pequeno impulso ao processo de renovação celular da pele.

Os limpadores de retinol geralmente contêm uma concentração baixa de retinol, portanto, geralmente podem ser tolerados por pessoas com pele sensível. Opte por um limpador que também contenha ingredientes antiinflamatórios, como vitamina E, para ajudar a acalmar a pele e reduzir quaisquer efeitos colaterais potenciais do retinol.

Retinol anti-envelhecimento soros

Os soros fornecem altas concentrações de ingredientes potentes diretamente na pele, com a concentração de retinol em soros anti-envelhecimento sendo tão alta quanto 2–5%. Como esses soros podem ser agressivos para a pele sensível, muitos são formulados para incluir ingredientes calmantes, como esqualeno, para reduzir a irritação e hidratar a pele.

Consulte Mais informação  Hialuronato de sódio vs ácido hialurônico: diferenças, benefícios, usos em cuidados com a pele

Retinol cremes anti-envelhecimento

Cremes e hidratantes de retinol devem ser usados ​​como a etapa final de sua rotina para garantir os benefícios de seus outros produtos.

Como os cremes são normalmente deixados por longos períodos de tempo, a seleção de um creme de concentração mais baixa é recomendada ao adicionar retinol ao seu regime. A escolha de um creme de retinol anti-envelhecimento formulado com ingredientes hidratantes , como ceramidas e ácido hialurônico , também ajudará na prevenção da irritação da pele.

Outros produtos anti-envelhecimento de retinol

O retinol também é encontrado em certas máscaras faciais e óleos. As máscaras em folha de retinol oferecem muitos dos mesmos benefícios que os cremes ou soros em um tratamento semanal concentrado para complementar e aumentar os benefícios de sua rotina diária.

Os óleos faciais contêm retinol e óleos vegetais revitalizantes para hidratar a pele. Como o retinol pode ter um efeito secante, esses óleos oferecem um contrapeso que é especialmente benéfico para pessoas com pele particularmente seca.

Rotina de cuidados com a pele antienvelhecimento de retinol

Para obter os benefícios do retinol e ao mesmo tempo evitar seus efeitos colaterais, é necessário seguir um regime regular e fazer ajustes com base na reação da pele.

Ao iniciar um regime de retinol, use apenas um produto à base de retinol com baixa concentração de retinol. Com o tempo, isso pode aumentar dependendo da reação de sua pele.

Um creme de retinol é normalmente um bom ponto de partida para aqueles que são novos no retinol, pois várias opções de baixa dosagem estão disponíveis. Aplique uma quantidade do tamanho de uma ervilha de creme de retinol a cada duas noites ou, se sua pele for particularmente sensível, uma vez por semana.

Como o retinol torna a pele mais sensível ao sol, ele deve ser incorporado à sua rotina noturna para evitar a exposição solar imediata.

À noite, aplique o creme de retinol seguindo esta rotina sugerida:

  1. Lave o rosto com água morna e um limpador suave e hidratante
  2. Enxaguar e secar
  3. Aplique uma quantidade do tamanho de uma ervilha de creme de retinol de baixa concentração perto do queixo; espalhe massageando suavemente seu rosto, evitando a área dos olhos
  4. Siga com um hidratante hidratante
  5. Inclua um protetor solar com FPS 30 mínimo em sua rotina matinal para se proteger contra os danos do sol

Um retinol sérico só deve ser adicionado a um regime de cuidados com a pele após sua pele se acostumar ao retinol, cerca de três meses após a primeira aplicação de um retinol. Deve ser introduzido em sua rotina lentamente; a aplicação uma ou duas vezes por semana é normalmente recomendada para começar.

Para aplicar um soro retinol:

  1. Lave o rosto com água morna e um limpador suave e hidratante
  2. Enxaguar e secar
  3. Aplique 1-2 gotas de soro em sua pele e espalhe suavemente o produto em seu rosto usando as pontas dos dedos
  4. Deixe o soro penetrar na pele antes de aplicar um hidratante
  5. Inclua um protetor solar com FPS 30 mínimo em sua rotina matinal para se proteger contra os danos do sol

Não se esqueça do seu protetor solar

Após a aplicação, o retinol pode tornar a pele particularmente vulnerável aos danos do sol. Os danos ultravioleta na pele podem ter vários efeitos prejudiciais, incluindo retardar o processo natural de produção de colágeno, que contribui para o enrugamento.

É importante aplicar filtro solar regularmente como parte de sua rotina diária ao usar produtos à base de retinol. Hidratantes com FPS com um FPS mínimo de 30 podem ajudar a compensar a vulnerabilidade da pele aos raios UV e melhorar a hidratação da pele no processo.

Consulte Mais informação  Soros de ácido hialurônico faça você mesmo: benefícios, receitas, armazenamento e muito mais

Você pode usar retinol para sempre?

Sim, o retinol pode ser usado indefinidamente como parte de sua rotina. No entanto, você pode precisar passar para concentrações mais fortes para manter os melhores resultados.

Os efeitos benéficos do retinol se estabilizaram, geralmente após cerca de 12 meses de uso regular. Se você sentir que não está mais se beneficiando de sua rotina atual, tente uma concentração mais forte de retinol.

Segurança de retinol e efeitos colaterais

O retinol pertence a um grupo de ingredientes conhecidos como retinóides, todos derivados da vitamina A. Os retinóides são ingredientes poderosos, considerados entre os melhores disponíveis em tópicos anti-envelhecimento. No entanto, eles também são conhecidos por causar irritação cutânea severa em altas concentrações, especialmente quando introduzidos recentemente em sua rotina.

Embora o retinol esteja entre os retinóides menos eficazes, é mais tolerável do que outros retinóides, o que o tornou um ingrediente popular em vários produtos anti-envelhecimento. No entanto, o retinol ainda pode causar efeitos colaterais indesejáveis, especialmente para aqueles com pele sensível.

Os riscos mais comuns associados aos tratamentos tópicos de retinol são coceira na pele, sensação de queimação nos locais de aplicação, vermelhidão e descamação.

Embora concentrações mais baixas de retinol sejam menos prováveis ​​de causar esses efeitos colaterais, mesmo doses baixas podem desencadeá-los, principalmente nas primeiras seis semanas de tratamento. Se continuar a sentir efeitos colaterais após a marca de seis semanas, mude para um produto com uma concentração mais baixa de retinol ou aplique o seu produto com menos frequência. Antes de usar produtos de dosagem mais alta, dê à sua pele pelo menos 12 semanas para se adaptar totalmente aos tratamentos com retinol.

Ingredientes incompatíveis

Ao usar retinol em sua rotina diária, é melhor evitar o uso de produtos que podem causar irritação adicional ou interferir nos efeitos do retinol.

Esfoliantes químicos fortes, como ácido glicólico e salicílico, podem exacerbar os efeitos colaterais do retinol e devem ser evitados durante os tratamentos com retinol. Da mesma forma, os produtos à base de álcool podem ressecar a pele, causando desconforto adicional quando usados ​​junto com o retinol.

A vitamina C também deve ser evitada durante o uso de produtos que contenham retinol. Embora ambos os ingredientes funcionem para tratar os danos do sol e sejam tópicos antienvelhecimento eficazes por si só, a vitamina C é melhor absorvida pela pele em um pH ácido de 3,5, enquanto o retinol funciona melhor em um pH mais neutro de 5,5. Quando aplicados lado a lado, o equilíbrio do pH resultante faz com que os dois ingredientes sejam menos eficazes.

Remover

O retinol pode ser encontrado em vários produtos para a pele, incluindo produtos de limpeza, hidratantes, soros e máscaras. Ao estimular o processo natural de produção de colágeno, aumentando a taxa de renovação celular da pele e combatendo os danos do sol, o retinol ajuda a reduzir o aparecimento de linhas finas, rugas e hiperpigmentação.

Tenha cuidado ao introduzir retinol em sua rotina, pois altas concentrações têm maior probabilidade de causar efeitos, incluindo vermelhidão da pele, secura e coceira. Comece com um retinol de baixa concentração – entre 0,2% e 0,5% – antes de passar para formulações mais fortes. Use apenas um produto de retinol até que sua pele se acostume com esse ingrediente.

Para alcançar e manter os melhores resultados, é importante usar o retinol de forma consistente como parte de sua rotina de cuidados com a pele e ajustar suas aplicações com base na reação da pele.

  • Leave Comments