Micose no couro cabeludo (Tinea Capitis): sintomas, causas, tratamentos e prevenção

Micose do couro cabeludo ou tinea capitis é uma infecção do couro cabeludo comum entre bebês e crianças. Micose no couro cabeludo também pode afetar pessoas com um sistema imunológico fraco de outras faixas etárias.

É uma infecção fúngica que parece circular ou semelhante a um anel, daí o nome de micose.

Caracterizado por inflamação grave da haste ou couro cabeludo de granizo, outros fatos sobre a micose do couro cabeludo são:

  • É uma infecção fúngica altamente contagiosa e costuma ser transmitida de uma pessoa para outra. O portador pode ou não apresentar sintomas de tinea capitis.
  • Os gatilhos incluem higiene precária, ambiente quente e úmido.
  • Classificação: Micose do couro cabeludo (tinea capitis) difere da micose nas outras partes do corpo (tinea corporis).
  • Sintomas: Inflamação severa, cicatrizes ou perda permanente de cabelo.

Leitura relacionada:  Como se livrar das crostas no couro cabeludo


O que causa micose no couro cabeludo?

Micose no couro cabeludo (tinea capitis) ocorre devido a organismos fúngicos semelhantes a mofo chamados dermatófitos. Os fungos causam infecções na pele e nos cabelos.

Encontrado em humanos, animais domésticos e solo, esse fungo invade a haste rompida ou o couro cabeludo através da camada externa da pele (estrato córneo).

As causas da tinea capitis podem ser o contato direto com uma pessoa infectada, animal de estimação ou objetos como roupa de cama, pentes ou escovas e roupas.

Após a invasão, os dermatófitos começam a digerir a queratina (proteína) do tecido. Manter uma boa higiene, limpeza e tomar medicamentos adequados pode ajudar a controlar e tratar a propagação da infecção.


Sinais e sintomas de micose no couro cabeludo

Tinea capitis é caracterizada por áreas ou manchas escamosas, acinzentadas ou avermelhadas no couro cabeludo. A pele infectada desenvolve manchas que se expandem ou aumentam lentamente.

Conforme a infecção se desenvolve, o cabelo se torna quebradiço ou frágil, levando à perda de cabelo da área. Esses pontos sensíveis ou doloridos também têm pequenos pontos pretos onde o cabelo se quebrou no couro cabeludo.

Consulte Mais informação  Astenia (fraqueza): causas, sintomas e tratamentos comuns

Leitura relacionada:  Como se livrar da micose?


Micose do couro cabeludo é contagiosa?

Sim, a micose do couro cabeludo é uma infecção fúngica altamente contagiosa. Ao contrário do nome, a micose não é um verme, mas uma infecção fúngica.

Chamamos assim porque cria marcas circulares na pele com centros planos e borda em relevo.

É transmitido ao indivíduo por meio do contato com:

  • Pele da pessoa infeccionada.
  • Objetos ou superfícies usados ​​pela pessoa ou animal infectado. Esses objetos podem ser roupas, toalhas, roupas de cama, pentes ou escovas.
  • Animais domésticos: vacas, cabras, porcos, cavalos, cães e gatos, especialmente cachorros e gatinhos, são frequentemente os portadores da micose.

Quanto tempo é Scalp Ringworm Contagious?

Embora nem todas as pessoas expostas à micose desenvolvam a infecção; mas se isso acontecer, então os primeiros sinais aparecem geralmente dias após a contaminação. Durante esse período, a pessoa ainda pode ser contagiosa e atuar como portadora da micose no couro cabeludo.

O período de incubação da micose do couro cabeludo é de cerca de sete a 14 dias. E mesmo depois de iniciar o tratamento adequado, continua contagiosa por até cerca de 48 horas.


Fatores de risco e complicações

Fatores de risco e complicações para micose no couro cabeludo dependem de:

  • Idade: Crianças de quatro a 14 anos pegam a infecção mais facilmente do que outras.
  • Exposição: Locais como escolas e creches são propensos a surtos de tinea capitis. Nesses locais, as crianças estão em contato físico próximo umas com as outras, o que faz com que a infecção se espalhe rapidamente.
  • Contato com Animais de Estimação: Animais domésticos ou gado doméstico podem não mostrar quaisquer sinais, mas podem transmitir contágio. Ao tocar ou acariciar o animal, esta infecção é facilmente adquirida.

Às vezes, devido a uma reação excessivamente vigorosa ao fungo, a micose no couro cabeludo pode se transformar em querions. Cereções são inflamações macias, elevadas e dolorosas que causam crostas amarelas e espessas no couro cabeludo que drenam o pus.

Nesses locais, o cabelo, as raízes enfraquecem e o cabelo começa a cair. Kerion pode deixar cicatrizes permanentes ou perda de cabelo, mesmo após a infecção ter diminuído.


Micose em remédios caseiros do couro cabeludo

A micose no couro cabeludo não afeta apenas o couro cabeludo, mas também afeta o cabelo e causa pequenas manchas na pele com coceira e escamosa . Aqui estão alguns remédios caseiros para micose no couro cabeludo:

Consulte Mais informação  Tipos de dores de cabeça, mapa de localização, causas, sintomas, tratamento e prevenção

1. Óleo de coco

O óleo de coco possui propriedades microbianas e antifúngicas que podem resistir à infecção de micose com eficiência.

É um dos melhores remédios porque é fácil de aplicar no couro cabeludo e é um condicionador capilar ativo. Para usá-lo, aqueça o óleo de coco e aplique no couro cabeludo. Aplique três vezes ao dia para resultados mais rápidos.

2. Alho

O alho é considerado o remédio antigo mais favorito para curar as infecções externas. É composto por ingredientes antifúngicos, nomeadamente ajoene e alicina, que podem combater qualquer infecção externa.

Para utilizá-lo, pegue em dois dentes de alho e esmague-os com o almofariz e o pilão, depois de adicionar algumas gotas de água pode aplicar no couro cabeludo.

3. Vinagre de maçã

Tem forte propriedade antifúngica e pode funcionar eficazmente quando aplicado na área afetada.

Para usá-lo, molhe uma bola de algodão em vinagre de cidra de maçã não diluído e esfregue a bola de algodão na pele. Faça isso três vezes ao dia para tratar esse problema.

Leitura relacionada:  12 substitutos do vinagre de vinho tinto e como usá-los

4. Cúrcuma

A cúrcuma tem vários benefícios à saúde, incluindo propriedades antibacterianas e antiinflamatórias. Pode eliminar a infecção facilmente.

Para usá-lo, misture o açafrão moído na hora com um pouco de água e misture até formar uma pasta. Aplique suavemente no couro cabeludo e deixe secar. Água e chá de açafrão são bons para os benefícios internos.

5. Aloe Vera

Aloe Vera é um dos melhores remédios naturais para infecções bacterianas e fúngicas. Para o tratamento da micose e pode confortar a coceira e a inflamação.

Pomadas estão prontamente disponíveis ou você pode aplicá-las diretamente na área afetada. Repita pelo menos duas a três vezes ao dia.

6. Óleo de orégano

É uma poderosa micose no tratamento do couro cabeludo, que é melhor do que qualquer outro produto comercial. O óleo de orégano pode tratar qualquer infecção fúngica, incluindo pé de atleta e micose.

Você pode comprá-lo online ou em qualquer loja GNC. Para usá-lo, você deve misturá-lo com algumas gotas de óleo de coco ou azeite de oliva e, em seguida, aplicá-lo na área afetada.

7. Óleo de capim-limão ou chá

O óleo de capim-limão e o chá têm propriedades antifúngicas que podem ser muito úteis no tratamento de infecções fúngicas da pele, como a micose no couro cabeludo. Para usar o óleo de capim-limão, basta misturar algumas gotas com o óleo veicular.

Consulte Mais informação  O que é um lipoma? Sintomas, causas + 4 remédios naturais

Aplique-o diretamente na pele duas vezes ao dia. Você também pode aplicar um saquinho de chá preparado diretamente na micose para obter os resultados corretos.

8. Mamão

O mamão contém dois ingredientes mais poderosos, papaína e quimopapaína. Esses dois são suficientes para tratar micose no couro cabeludo ou qualquer infecção fúngica da pele.

Para usá-lo, basta pegar um mamão verde cortado em dois pedaços, esfregar diretamente na área afetada e depois de algum tempo lavá-lo com água morna. Você pode fazer esse processo duas vezes por dia.

9. Sabão e água

Quando você está sofrendo de micose no couro cabeludo, deve ter um cuidado especial de si mesmo. Mantenha a área limpa e seca tanto quanto possível.

Isso impedirá a propagação da infecção. Antes de aplicar qualquer remédio caseiro, basta lavar a área com água e sabonete antibacteriano diariamente.

Mantenha a área seca para evitar umidade, pois a umidade facilita a propagação do fungo.


Como prevenir a micose no couro cabeludo?

A micose é uma infecção facilmente transmissível que torna sua prevenção difícil. Ainda assim, você pode ter cuidado no dia a dia e reduzir o risco em maior medida.

  • Divulgue: Informe seus filhos sobre os riscos envolvidos com essa infecção, suas causas, sintomas, transmissão, prevenção e tratamento.
  • Shampoo Regularmente: Crie o hábito de lavar a micose no couro cabeludo periodicamente, especialmente após os cortes de cabelo.
  • Mantenha limpo: mantenha a higiene pessoal e a limpeza em áreas comuns ou compartilhadas, especialmente em escolas, creches, academias e vestiários. Para evitar que a infecção se espalhe, também é essencial lavar as mãos regularmente.
  • Fique longe de animais infectados. Faça com que seus animais de estimação e animais domésticos sejam diagnosticados com micose por um veterinário treinado.
  • Evite compartilhar objetos de uso pessoal como roupas, toalhas, escovas de cabelo ou outros itens pessoais.

Em alguns casos, a micose no couro cabeludo não responde a tratamentos sem receita ou remédios caseiros.

Se seus sintomas não mostrarem sinais de melhora e não responderem ao tratamento em duas semanas, você pode consultar um médico.

Antes que seja tarde demais para lidar com essas infecções, é melhor consultar o seu médico.

  • Leave Comments