Sinovite e tenossinovite: causas, sintomas, diagnóstico e tratamento

Sinovite e tenossinovite são condições inflamatórias que afetam a membrana sinovial, um tipo de tecido conjuntivo especializado que reveste as superfícies internas das articulações e bainhas dos tendões. Essa membrana serve a muitos propósitos, incluindo:

  • Fornecer um plano de separação ou desconexão entre o tecido sólido. Isso ajuda a garantir o movimento com dobra mínima de componentes sólidos.
  • Serve como uma embalagem que pode mudar de forma, permitindo que as superfícies dos rolamentos se movam uma sobre a outra
  • Controla o volume do líquido sinovial nas cavidades articulares, permitindo que os componentes se movam livremente um sobre o outro.

A inflamação dessa estrutura pode levar ao desenvolvimento de inchaço e dor nas articulações, especialmente durante o movimento.

O que é sinovite?

Certas articulações, como joelhos, quadris, pulsos, ombros e tornozelos, contêm um líquido sinovial revestido por uma membrana sinovial. Quando a membrana fica inflamada, leva a uma condição chamada sinovite, geralmente resultando em inchaço, dor nas articulações e sangramento na articulação. Se não for tratada precocemente ou corretamente, a membrana sinovial pode tornar-se espessada, aumentando vasos sanguíneos adicionais e levando a causas repetidas de sangramento na articulação afetada.

O que é tenossinovite?

A tenossinovite afeta as bainhas dos tendões, que são tecidos conjuntivos semelhantes a tubos, preenchidos com fluido lubrificante que circunda os tendões. Os tendões são tecidos de colágeno fibroso forte, flexíveis, mas não elásticos, que prendem o músculo ao osso, permitindo modular passivamente as forças durante o movimento. Se a cobertura externa desses tendões se inflamar, isso é chamado de tenossinovite, levando ao desenvolvimento de dor com o movimento.

Causas de sinovite e tenossinovite?

Causas da sinovite

A sinovite é uma característica definidora da artrite reumatóide , uma doença autoimune que causa inflamação crônica das articulações. Nessa condição, as células da membrana inflamada atraem outras células inflamatórias de todo o corpo para induzir um processo inflamatório que causa dor nas articulações.

A dor nas articulações da sinovite pode ser observada em outras doenças, como artrite juvenil, lúpus, artrite psoriática , febre reumática, tuberculose, lesão ou gota. No entanto, existem alguns casos em que a causa da sinovite não é conhecida, com o indivíduo afetado possivelmente sofrendo uma lesão leve ou não se lembrando de ter uma lesão, mas os sinais da condição inflamatória da sinovite são apreciados.

Consulte Mais informação  20 melhores benefícios da reflexologia que você provavelmente não sabia

Causas de tenossinovite

Acredita-se que a inflamação da bainha do tendão seja causada pelo uso excessivo, no entanto, os mecanismos exatos por trás dessa condição não são claros em alguns casos. O uso excessivo pode resultar em lesões no tendão ou nos músculos e ossos circundantes, tornando muito provável o desenvolvimento de tenossinovites. A condição pode ocorrer naqueles que realizam uma variedade de movimentos repetitivos, como trabalho na linha de montagem, remoção de ervas daninhas e até digitação excessiva de teclado, com os pulsos, mãos e pés sendo locais comuns.

A tenossinovite também pode ser causada por doenças inflamatórias e infecções. Estes incluem artrite reumatóide, esclerodermia , gota , diabetes , síndrome de Reiter e gonorréia.

Sintomas de sinovite e tenossinovite

Sintomas de sinovite

A inflamação da membrana sinovial nas articulações produz excesso de líquido sinovial, o que ajuda na perpetuação da inflamação das articulações. O excesso de líquido na articulação afetada geralmente leva ao inchaço e é comumente chamado de “água no joelho”. A dor é o sintoma de apresentação mais comum que ocorre em praticamente qualquer nível de atividade. Pode até ocorrer durante a noite, interrompendo o sono.

Se não tratada, a sinovite pode causar danos nas articulações e ser a principal causa de dor e disfunção nas articulações. Como a condição auto-imune pode resultar em sinovite, uma articulação afetada pode ser quente ao toque, devido ao aumento do fluxo sanguíneo e constituintes inflamatórios que foram coletados lá. As articulações costumam sentir inchadas ou pantanosas ao toque, levando à rigidez da articulação e à incapacidade de mover a articulação livremente.

Sintomas de tenossinovite

A tenossinovite é caracterizada por dor e sensibilidade do tendão afetado, com locais comuns sendo as mãos, punho e pé. Isso pode resultar em dificuldade de movimento e a articulação parecer vermelha devido a inflamação.

Nos casos causados ​​por infecção, os sintomas também podem incluir sensibilidade, inchaço e febre. Essas são características comuns do tipo gonocócico de tenossinovite, que começa como uma infecção sexualmente transmissível que pode se espalhar para as articulações se não for prontamente tratada.

Consulte Mais informação  Como lidar com a faringite em casa

A tenossinovite que afeta as articulações menores dos dedos pode levar à flexão sustentada dos dedos, dando a aparência de que eles estão travados no lugar. Em casos graves, a manipulação manual dos dedos pode ser feita para ajudar a aliviar essa condição.

Diagnóstico de sinovite e tenossinovite

Diagnóstico de sinovite

A primeira coisa que seu médico fará é examinar a articulação afetada. Documentação da presença de dor, calor, qualquer descoloração, amplitude de movimento e tamanho será feita. Informações detalhadas sobre como a articulação fica inchada serão solicitadas para ter uma idéia melhor sobre o seu início.

Testes preliminares usando ultra-som ou ressonância magnética podem ajudar a dar uma imagem de quanto acúmulo de fluido ocorreu dentro da articulação. Os ultrassons, em particular, podem ser uma escolha rápida e conveniente para um diagnóstico rápido. Um raio-x também pode ser obtido para descartar uma possível fratura. Também podem ser feitos exames de sangue para ajudar a diagnosticar qualquer causa de infecção bacteriana que afeta o corpo. No entanto, simplesmente saber que há fluido ao redor da articulação não é informação suficiente para orientar o tratamento. Isso exigiria o uso para testes mais específicos.

A análise do líquido sinovial envolve o uso de uma seringa para coletar o líquido sinovial diretamente da articulação afetada – também conhecida como aspiração articular. Uma vez coletado esse fluido, ele pode ser analisado com base na cor, clareza, viscosidade, glóbulos brancos e leucócitos polimorfonucleares (PMN) – uma categoria de glóbulos brancos.

Diagnóstico de tenossinovite

A avaliação inicial ocorrerá de maneira muito semelhante à da sinovite, com histórico do paciente e exame físico, incluindo palpação ou manobras específicas para avaliar a dor. O uso de exames de imagem, como ultrassom ou ressonância magnética, também pode ser feito para confirmar ou descartar outros distúrbios.

Se houver suspeita de infecção, uma cultura do líquido sinovial supurativo será utilizada para escolher o melhor tratamento contra ele. A análise do líquido articular também pode ser feita e ajudará a diagnosticar infecções. A obtenção de amostras de sangue também pode ajudar a apoiar o diagnóstico de infecção ou outras causas de tenossinovite, como uma doença autoimune.

Consulte Mais informação  Como se livrar de ratos naturalmente

Tratamento de sinovite e tenossinovite

Existem várias causas diferentes para sinovite e tenossinovite. Alguns podem ser causados ​​por uma infecção ou doença, causando sintomas ao longo do tempo, enquanto outros podem ocorrer de forma mais aguda, como uma lesão traumática. A causa subjacente da sua causa específica de sinovite ou tenossinovite acabará por orientar o tratamento.

Na maioria das vezes, independentemente da causa subjacente, serão prescritos anti-inflamatórios não esteróides (AINEs) para reduzir o inchaço e a dor associados à sinovite e tenossinovite. Os corticosteróides são outra classe de medicamentos que podem ser utilizados para ajudar a reduzir esses sintomas se os AINEs forem insuficientes; no entanto, eles raramente são usados ​​devido ao aumento dos efeitos colaterais

O estresse constante na articulação afetada dificulta o processo de cicatrização, razão pela qual o descanso é uma parte importante da recuperação. O estresse pode ocorrer mesmo estando de pé por longos períodos de tempo, afetando as articulações de sustentação de peso. A aplicação de gelo no joelho afetado ajuda a reduzir a dor e o inchaço.

As pessoas afetadas pela gota, levando ao inchaço das articulações, geralmente são recomendadas para tomar colchicina, o que ajuda a evitar surtos de gota. O uso de AINEs e injeções de corticosteróides também pode ajudar com a dor nesses pacientes. Medicamentos como alopurinol ou probenecid ajudam a diminuir a produção de ácido úrico no organismo.

Nos casos em que há uma infecção que causa acúmulo de líquidos, antibióticos podem ser usados.

Em casos graves em que os danos são graves, o reparo cirúrgico ou mesmo a substituição da articulação podem ser a única opção.

Período de recuperação de sinovite e tenossinovite

A recuperação da sinovite pode demorar alguns dias a semanas após a implementação do tratamento. Por outro lado, a tenossinovite pode demorar algumas semanas, dependendo da causa. O resultado de ambas as condições dependerá, em última análise, da gravidade da doença e de como o tratamento foi realizado imediatamente. Evitar fatores desencadeantes e restrição apropriada de atividade pode impedir a recorrência e mais danos às articulações e tendões.

  • Leave Comments