Dor no sacro: causas, sintomas e dicas de tratamento

Table of Contents

A dor no sacro pode ser sentida como dor na região lombar ou nas nádegas e é tipicamente aguda e dolorida. O sacro é uma porção da coluna vertebral que se estende até o cóccix. Esse osso possui muitos músculos diferentes, que podem ser a origem da dor no sacro associada a tensão postural ou problema muscular.

Alguns dos músculos que se ligam ao sacro podem causar pressão na área das nádegas, levando muitos pacientes a descrever a dor no sacro como dor na bunda. Outros músculos que resultam em dor nessa área incluem os rotadores laterais profundos, isquiotibiais, flexores do quadril e músculos do assoalho pélvico.

Uma fratura vertical da área pélvica também pode resultar em dor no sacro. Essa fratura normalmente é paralela à sua coluna. No entanto, fraturas cruzadas horizontalmente através do sacro também são uma possível causa de dor no sacro.

Anatomia sacral

Localizado na parte inferior da coluna, o sacro é um osso de forma triangular na região lombar entre os dois ossos do quadril. O próprio sacro fica entre o quinto segmento da coluna lombar (no nível de L5) e o cóccix (osso da cauda). A região sacral é composta por cinco segmentos, S1 a S5, que são fundidos.

O sacro faz parte da cintura pélvica e contribui para a formação de articulações no osso do quadril chamadas articulações sacroilíacas. A região sacral contém quatro aberturas sérias de cada lado através das quais os nervos sacrais e os vasos sanguíneos correm. Muitos desses nervos da cauda equina na extremidade inferior da medula espinhal passam pelo sacro.

O sacro é a pedra fundamental da pelve e tem várias funções importantes nos sistemas reprodutivos esquelético, muscular, nervoso e feminino. Além disso, vários músculos-chave, como o glúteo máximo, o ilíaco e o piriforme, exigem que o sacro vise ao mover a perna. O sacro também ajuda a formar a cavidade pélvica, que serve para proteger órgãos delicados dentro da cavidade abdominopélvica e até ajuda a fornecer espaço para permitir a passagem de um feto durante o parto.

Consulte Mais informação  Guia de preços de uísque de Buchanan 2021

Dor no sacro e lombalgia

A região lombar possui um conjunto diversificado de músculos envolvidos na estabilidade postural e outras ações flexoras e de extensão. Isso torna a dor na região lombar ou no sacro um diagnóstico complicado, pois muitas variáveis ​​estão em jogo. Vários músculos conectores podem afastar a dor do local real da lesão, exigindo que os profissionais médicos examinem todos os músculos associados a essa área para diagnosticar completamente o problema.

Esse tipo de dor tem visto um aumento constante na última década. Isso pode ser devido ao aumento de lesões relacionadas ao trabalho, pois os locais de trabalho sedentários podem criar tensão na região lombar devido ao prolongamento da sessão, embora a dor na região lombar e no sacro também ocorra devido à permanência prolongada.

É devido a essas profissões sedentárias que as pessoas passam a maior parte do dia sem se mexer. Essa falta de movimento por longos períodos de tempo faz com que os músculos fiquem mais tensos e retenham a tensão. Isso cria pressão sobre os nervos que atravessam o músculo, levando a uma sensação de dor. Se isso ocorrer por tempo suficiente, pode se tornar uma condição crônica, levando a uma sensação de dor nos momentos em que você gostaria de ser mais ativo ou flexível.

Sintomas de dor no sacro

Sentir dor na região das nádegas é frequentemente a primeira queixa dos pacientes com dor no sacro. No entanto, a dor pode ser sentida na região lombar, quadris, virilha ou pelve. A dor pode se apresentar apenas de um lado, mas pode ocorrer em ambos. Dormência ou formigamento na perna ou sentimentos de fraqueza na perna também podem ser apreciados.

Consulte Mais informação  Como se livrar das cicatrizes da acne rapidamente: 9 tratamentos e a rapidez com que funcionam

Normalmente, os sintomas são agravados ao sentar, ficar em pé, dormir, caminhar ou subir escadas, com a dor ocorrendo no lado afetado. Você pode notar dificuldade em executar tarefas que exijam sentar-se, como andar de bicicleta ou sentar-se em um carro. Movimentos de transição – de sentar para ficar em pé – também podem provocar dor.

O que causa dor no sacro?

A dor na área do sacro pode ser devido aos ligamentos ficarem muito soltos ou muito tensos. Isso pode ser causado por uma lesão por queda, lesão no trabalho, acidente de carro, gravidez ou cirurgia de quadril / coluna vertebral (laminectomia, fusão lombar). Muitas doenças também podem levar a pessoa a sentir dor nessa região. A seguir, algumas dessas causas:

Endometriose externa: uma doença ginecológica que se estende aos ligamentos sacro-uterinos e atrás do colo do útero. A dor experimentada por esses pacientes geralmente é de natureza cíclica.

Anomalias da coluna vertebral: qualquer deformidade durante o desenvolvimento da coluna vertebral, geralmente nas vértebras lombar-sacrais. A dor geralmente é sentida repentinamente após uma carga na coluna vertebral.

Atividade física sustentada: pode causar tensão nos músculos das costas, marcados por parametrite crônica das costas, levando ao encolhimento dos ligamentos retal-uterinos.

Lesões traumáticas: Quando forçadas a tomar uma posição incomum do corpo, levando ao espasmo dos músculos vertebrados sacrococcígeos.

Lesões infecciosas: Pode resultar na intrusão de microrganismos piogênicos.

Doenças metabólicas do osso: Osteoporose ou osteomalácia podem causar perda óssea significativa, levando a lesões e dor resultante.

Prostatite crônica: A causa frequente de dor lombar. Pode ser acompanhado por frequência ao urinar ou sensação de queimação.

Câncer de próstata: Muitas vezes, o resultado de metástase no osso, o que pode levar à dor sacral.

Diagnóstico dor nas articulações sacro

Ao consultar o médico pela primeira vez, ele fará um exame físico completo, procurando anormalidades na postura, na marcha e na amplitude de movimento. Depois que seu médico suspeitar que determinada lesão ou patologia se origina da região do sacro, um exame de ressonância magnética ou tomografia computadorizada pode ser solicitado e fornecer uma visão mais detalhada do local da lesão. Radiografias pélvicas também podem ser utilizadas, mas seu uso é geralmente limitado. Uma lesão no sacro não requer necessariamente cuidados médicos de emergência, mas o diagnóstico e o tratamento precoces podem ajudar a evitar complicações como danos nos nervos.

Consulte Mais informação  Dor de ouvido: causas, tratamento e quando consultar um médico

Dicas de alívio da dor Sacrum

Felizmente, o tratamento da dor no sacro geralmente não requer cirurgia, pois descansar adequadamente, tomar remédios para aliviar a dor e permanecer ativo muitas vezes são suficientes para resolver completamente a dor ao longo do tempo. O seu médico pode recomendar que você use uma cinta ou espartilho médico para ajudar a apoiar a estrutura óssea, mas isso raramente é necessário. Os exercícios aquáticos podem ajudar a manter a flexibilidade enquanto limitam a tensão nos músculos das costas. Em casos graves em que ocorreu uma fratura, pode ser necessário um procedimento de sacroplastia, onde o material de ligação é injetado no local da articulação para uma fusão mais rápida da fratura.

Se a dor no sacro é devida à fraqueza óssea, a suplementação de vitamina D e cálcio pode ser apropriada.
Para quem sente apenas uma pequena dor no sacro, há coisas que podem ser feitas em casa, como usar compressas de gelo para diminuir a inflamação. No entanto, é importante utilizar apenas a terapia com gelo por 15 a 20 minutos por vez, pois sessões prolongadas podem fazer com que o corpo reaja desfavoravelmente, resultando em mais dor e inflamação.

Várias técnicas de alongamento também podem ser úteis para aliviar a dor lombar crônica. A abordagem dos flexores, isquiotibiais e glúteos do quadril pode aliviar a tensão resultante de sessões prolongadas de sentar e ficar em pé.

  • Leave Comments